Assistência Social

RODAS DE CONVERSA E PALESTRAS VOLTADAS PARA A CONSCIÊNCIA NEGRA SÃO REALIZADAS EM GUIMARÃES

A coordenação de Igualdade Racial realizou ações voltadas para mês da Consciência Negra.

A palestra "Vivenciando e Fortalecendo a Cultura Quilombola", com a pesquisadora da Universidade Federal do Pará, Silvandra Cardoso, aconteceu na comunidade de Monte Alegre, com a participação da secretária de assistência social Olívia Francisca, da assistente social e gestora do território Simone Cunha, de membros da secretaria de educação e alunos da comunidade.

Entre os objetivos da pauta estão: ensinar aos alunos a importância de se inserir no contexto quilombola, mantendo suas raízes e tradições; fortalecer o território quilombola que nunca pode morrer; chamar atenção para a educação quilombola a fim de que os gestores fortaleçam o plano pedagógico junto à comunidade; mostrar um pouco da vida dos seus antepassados; resgatar a história da comunidade e direcionar esse olhar para a vivência nos quilombos.

O encontro ocorreu na Escola Sousândrade e os alunos tiveram a oportunidade de trabalhar pesquisa de campo e fazer apresentações culturais.

 No Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos- sede, a roda de conversas "Fortalecendo e Vivendo a Beleza Negra - Cultura Quilombola" também conduzida por Silvandra Cardoso, teve a intenção de fazer com que o povo negro reconheça sua importância e valorize sua beleza.  Que perceba que manter sua identidade também significa honrar suas raízes e tradições.

"A consciência negra não é uma temática. É sim, momento de reflexão e ressignificação da história do povo negro, dos nossos ancestrais e de tudo o que vivemos, sofremos e passamos para chegar até aqui. Esse momento de conversa só enriquece a prática pedagógica, a dinâmica das comunidades no sentido político e toda a assistência que, por direito, temos. Volto para Belém, deixando um pouco do meu conhecimento e levando também o aprendizado sobre as comunidades e como elas estão compartilhando informações importantes sobre sua origem e tradições", disse Silvandra.

A professora Rejane Costa, gestora da escola Sousândrade disse que esse trabalho foi muito enriquecedor, pois trouxe, com riqueza de detalhes, a história dos nossos antepassados da época da escravidão e como eles trabalhavam e viviam. Apesar da tortura, produziam riquezas que até hoje podem ser vistas e sentidas. Ela enfatizou a importância do resgate da nossa história e conhecer a vivência e olhar para os quilombos.

"A Silvandra destacou muito bem sobre a territorialidade e a educação quilombola que é necessário ser fortalecida. Acredito que fomos contemplados com essa fala, haja vista que temos que abrir uma autorreflexão sobre nós mesmos e sobre todos que moram nesse território. É preciso refletir na importância de respeitar o outro e em toda essa história que nos trouxe até aqui", avaliou Simone Cunha.

 

Prefeitura de Guimarães 

Eu amo, eu cuido!

Mais em Assistência Social


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!

Prefeitura Municipal de Guimarães

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUIMARãES

Endereço: Rua Dr. Urbano Santos, nº 214 \ Centro \ GUIMARÃES - MA \ CEP: 65255000

Horário de atendimento: 08:00 às 12:00

Contato: (98)98560-0841