Educação

Prefeitura continua em busca de crianças e adolescentes fora da escola

A Prefeitura Municipal de Guimarães vem intensificando as ações em torno do Busca Ativa Escolar, para realização do trabalho foram mobilizadas as secretarias municipais SASDESCOM, SEDUC e SEMUS. O Busca Ativa Escolar faz parte da iniciativa “Fora da Escola Não Pode!”. É uma plataforma gratuita para ajudar os municípios a combater a exclusão escolar, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Na sexta-feira passada, dia 08, foi realizada uma reunião de planejamento no auditório da Colônia de Pescadores, e logo no sábado foi feita a primeira ação em ruas do Cumã e Santo Antonio, na ¨caçada¨ às crianças e adolescentes fora da escola. Nesta semana, uma importante reunião ocorreu com os Agentes Comunitários de Saúde, no prédio do Conselho De Desenvolvimento Comunitário, com a presença do prefeito Osvaldo Gomes, da Secretaria Fernanda Cardoso e outros membros da Gestão municipal.

Ficou definido que os Agentes Comunitários de Saúde vão à campo em busca de crianças e adolescentes que estejam fora da escola. Assim que os encontram, coletam informações básicas sobre as causas que contribuíram para que essas crianças e adolescentes nunca fossem à escola ou se evadissem dela. Levantadas as informações iniciais, estas são inseridas num sistema, customizado com base na realidade do município, que vai produzindo alertas às secretarias municipais envolvidas indicando a necessidade de medidas para que a criança ou adolescente seja (re) matriculado na escola. Todo o processo é mediado por um comitê intersetorial local e as soluções são providenciadas individualmente ou em conjunto. Além da identificação, do encaminhamento e da resolução do problema de uma determinada criança ou adolescente, o sistema também é utilizado para que se faça o acompanhamento por pelo menos um ano dessa criança ou adolescente na escola, evitando assim a reincidência dos casos de evasão.

Outra ação foi realizada em bairros da cidade de Guimarães, envolvendo profissionais da Educação e da Assistência Social, encontrando situações em que se faz necessário a intervenção do poder público para garantir a presença das crianças e adolescentes em sala de aula.

 

A Busca Ativa Escolar reúne representantes de diferentes áreas – Educação, Saúde, Assistência Social, Planejamento – dentro de uma mesma plataforma. Cada pessoa ou grupo tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno na escola. O processo é feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) ou celulares (smartphones). Há também formulários impressos para agentes comunitários e técnicos verificadores que não têm acesso aos dispositivos eletrônicos.

Mais em Educação


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!