Educação

Prefeitura inicia busca de crianças fora da escola ou em risco de evasão escolar

A Prefeitura Municipal de Guimarães, através das Secretarias de Assistência Social e de Educação deu início ao Programa denominado Busca Ativa Escolar, que é uma ferramenta tecnológica e faz parte de uma metodologia social desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância – UNICEF.

De acordo com o prefeito Osvaldo Gomes, a meta é para que nenhuma criança ou adolescente esteja fora da sala de aula no município de Guimarães. Para tanto, determinou a realização de uma ação intersetorial entre as Secretarias as secretarias municipais da Educação, Saúde e de Assistência Social. Por isso, o levantamento das crianças que estão fora da escola está sendo realizado pelos agentes comunitários de saúde, os agentes de endemias e os técnicos dos CRAS, com o objetivo de garantir o acesso e a permanência de todos na escola.

Um cronograma de atividades foi montado na manhã da última sexta-feira, em evento realizado no auditório da Colônia de Pescadores, tendo como parâmetro a ação “Fora da Escola Não Pode” do Fundo das Nações Unidas Para a Infância (Unicef). De acordo com o cronograma, serão visitados todos os bairros e povoados de Guimarães buscando identificar crianças e adolescentes não matriculadas. O objetivo é identificar, registrar e acompanhar crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão escolar.

A primeira ação aconteceu ontem sábado dia 09, quando uma equipe coordenada pelo prefeito Osvaldo, as secretarias Fernanda e Yasmin, funcionários da SASDESCOM e SEMED, membros do grupo JUVA percorreram ruas de Cumã e Santo Antonio visitando residências, em busca de crianças e adolescentes que não estão matriculados em escolas ou creches de Guimarães. Atitude bastante elogiada pela população.

A intenção deste programa é apoiar a administração municipal na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio da Busca Ativa Escolar, o município terá dados concretos que possibilitarão planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a inclusão escolar.

Mais em Educação


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!